Artigo por

Patricia Tavares

Sites De Apostas Com Bónus Sem Depósito (2)

Em Que Desportos Mais Se Aposta?

Atualmente, o mercado das apostas desportivas está repleto de modalidades para descobrir. Nesse sentido, é possível encontrar o universo preferido para investir em desportos.

Além da diversão, fazer apostar desportivas permite tirar bons proveitos monetários. Por isso mesmo, várias pessoas que estudam este mercado das apostas há algum tempo sabem quais os desportos mais rentáveis para se apostar. Consequentemente, essas modalidades desportivas acabam por ter mais procura do que outras.

Se procuras saber quais são os desportos que maximizam a probabilidade de obter lucros, continua a ler este artigo.

Top 5 das apostas desportivas

De um modo geral, os desportos mais procurados para apostar são os mais lucrativos. Contudo, é preciso prestar atenção a outros aspetos, tais como as odds ou a riqueza dos torneiros. Mas isso é algo que, com a experiência, vais conseguir analisar com mais destreza.

Sem mais demoras, eis os 5 desportos que registam mais apostas:

1. Futebol – o rei das apostas desportivas

Sem dúvida que o futebol lidera o ranking das modalidades mais procuradas nas casas de apostas desportivas. Tal se deve à paixão que está ligada a este desporto, algo que se reflete nas apostas. Além disso, todos conhecem quais são as suas regras, logo, as probabilidades de fazer boas apostas são grandes.

Outro fator que leva à grande procura de apostas nesta modalidade é o facto de o futebol contar com muitas ligas, eventos e competições, tornando, assim, a aposta mais diversificada.

2. Basquetebol

O basquetebol é a paixão de muitos, incluindo a dos apostadores. Afinal, este desporto caracteriza-se por ter uma boa cobertura em grandes eventos, sobretudo os jogos da NBA (dos Estados Unidos da América).

À semelhança de outras modalidades, é possível fazer apostar em várias ligas e campeonatos diferentes. Como se não bastasse, existem mercados diversificados, com oportunidades incríveis e odds muito competitivas.

3. Ténis

Apesar de não parecer, o ténis é um desporto altamente lucrativo, por isso, regista uma grande procura nas casas de apostas desportivas.

Uma vez que esta modalidade envolve inúmeros campeonatos internacionais, a possibilidade de ter apostas diversificadas é grande. Como tal, é possível encontrar excelentes odds, sobretudo em eventos como o Grand Slam.

4. Boxe ou MMA

É sabido que o boxe ou o MMA são modalidades desportivas que movimentam milhares de dólares por luta. Como tal, a sua procura nas casas de apostas desportivas acaba por ser inevitável.

As principais atrações são as competições como a UFC, fazendo com que os eventos associados às lutas se tornem mais apetecíveis em termos financeiros quando se fala de apostas online.

Os tipos de apostas mais comuns nesta categoria envolvem não só o vencedor da luta, como também o total de rounds ou o método de vitória. Como consequência, a possibilidade de ganhos é mais diversificada.

5. eSports em crescimento nas casas de apostas desportivas em Portugal

Embora seja algo recente, os eSports já são uma das principais atrações das casas de apostas online, tudo graças ao crescimento de eventos e campeonatos internacionais. Além disso, o facto de os videojogos serem a paixão de muitos, faz com que este seja um mercado apetecível para quem o conhece bem.

Dado que existe cada vez mais eventos internacionais desta modalidade, existem diversas abordagens ao fazer uma aposta, assim como uma vasta possibilidade de apostar em jogos que fazem parte do lazer de muitos apostadores.

Se queres explorar melhor este mercado, experimenta ver o mundo das apostas em jogos como o LoL, Dota 2 ou Counter Strike.

Todas as plataformas de apostas online têm a possibilidade de apostas desportivas?

Sem dúvida que as apostas desportivas é um mercado muito forte em Portugal, tendo crescido imenso nos últimos anos. Atualmente, praticamente todas as casas de apostas têm a possibilidade de apostar em desportos, no entanto, existem algumas que mantêm o seu foco, por exemplo, na parte de casino.

Em Portugal, uma das casas de apostas desportivas mais conhecida é a Placard, dos Jogos Santa Casa. Depois de ter feito sucesso na sua versão em papel, decidiu transportar o conceito para o digital, surgindo, assim, a Placard Online. Assim, seja no site ou na app, é possível apostar em diversas modalidades de forma rápida e fácil.

Independentemente da modalidade desportiva em que queres apostar, é importante que prestes atenção a um detalhe: à licença da casa de apostas para operar em Portugal, algo que é obrigatório para fazer uma aposta legal. Nesse sentido, consulta o site do Serviço de Regulação Inspeção de Jogos (SRIJ) para descobrires quais as casas autorizadas no mercado nacional.

Dicas Sobre o Verão na Croácia

Já ouviu falar sobre a Croácia e suas belas praias? Localizado no mar Adriático, o país com pouco mais de 3 milhões de habitantes possui clima mediterrâneo e durante o verão vive repleta de turistas de todos os cantos.

Águas claras e um pouco mais frias durante o verão, principalmente perto das ilhas, a Croácia vem sendo destino preferido de turistas europeus, como poloneses e alemães. O turismo no país cresceu bastante nos últimos anos, destacando assim o leste europeu como rota obrigatória a se conhecer.

E o que fazer então durante o verão na Croácia? Será que há atrações além das praias? Há parques aquáticos no país? Por falar nisso, veja aqui os melhores parques aquáticos da Europa.

Atrações De Verão na Croácia

Culinária espetacular, lugares paradisiácos que serviram de cenário para séries famosas como Game of Thrones e Mamma Mia, o país é considerado um dos mais charmosos do mundo. Vejamos aqui algumas atrações.

  1. Visitar o parque de Plitvice – esse é o parque nacional mais visitado do país. Os lagos de Plitvice é um conjunto composto de 16 lagos e cachoeiras que podem ser vistas desde o alto como na parte baixa do parque. Fica localizado a 130 km da capital, Zagreb, e passeios de um dia saindo da cidade são recomendados. Inúmeras quedas d´água compõem o cenário maravilhoso do local.
  2. Conhecer o Palácio de Diocleciano, Split – Split é considerada uma das principais cidades de destino do verão, porque de lá partem balsas e barcos diários para as ilhas paradisíacas, como Hvar e Korcula. Mas além dos passeios pelas ilhas, é possível conhecer o palácio de Dicocleciano, residência do imperador que viveu no local durante os anos 300 DC. É impossível não ver as muralhas ainda bem conservadas depois de tantos anos logo que o turista chega a cidade. São 4 portas de entrada, e há ainda o porão (cenário onde cenas de Game of Thrones foram gravadas).
  3. Nadar na praia de Banje, em Dubrovnik – a cidade por si só é referência em história. E, além disso, possui uma das praias mais lindas do país. Localizada ao redor das muralhas que serviram de cenário para gravações de Game of Thrones, o mar acaba oferecendo um contraste azul com as muralhas ao fundo, o que torna tudo mais surreal. A estrutura da praia é propícia a famílias, e há espreguiçadeiras, restaurantes e chuveiros disponíveis para os banhistas.
7 dicas para obter uma aprovação rápida de crédito pessoal

7 dicas para obter uma aprovação rápida de crédito pessoal

Regra geral, um crédito pessoal é uma forma de fazer face a uma necessidade premente de financiamento. Isto adquire uma dimensão ainda mais importante quando o que está em causa é o pagamento de uma dívida ou um imprevisto e não existe o dinheiro suficiente para dar a volta ao assunto.

Quando isto acontece, todos queremos que o nosso crédito pessoal nos permita mitigar o nosso problema ou necessidade, e seja aprovado o mais rapidamente possível, mas como? É o que veremos de seguida.

Dicas para obter uma aprovação rápida de crédito pessoal

Opte por uma solução de crédito pessoal online

Como a burocracia envolvida em todo o processo é menor e mais simples, já que tudo é tratado online e de forma autónoma, o crédito pessoal online é mais rápido do que um “tradicional” pedido de crédito num balcão físico sendo que, na maior parte dos casos, o prazo de resposta à sua solicitação é de entre 24 e 48 horas e, uma vez validado, o montante é depositado na sua conta até dois dias úteis depois.

O primeiro passo a dar, como é óbvio, é procurar por um banco/ instituição de crédito online que lhe permita simular e calcular um pedido de financiamento para o montante e prazos que tenciona pedir.

É exatamente isto que acontece, por exemplo, na página de crédito pessoal do UNIBANCO.

Para além de, rapidamente, ficar a saber qual a mensalidade que ficará a pagar todos os meses, através do simulador, dá-lhe também informação sobre a TAEG (Taxa Anual de Encargos Efetiva Global) e a TAN (Taxa Anual Nominal) que são aplicadas ao valor pedido e qual será o montante total (MTIC – Montante Total Imputado ao Consumidor) em que terá que reembolsar a instituição para o prazo que escolheu.

Depois da simulação feita no site desta marca pertencente à Instituição Financeira de Crédito UNICRE, terá de preencher um formulário online onde deve inserir os seus dados pessoais e os documentos solicitados e finalizar o seu pedido de empréstimo. Entre os documentos pedidos contam-se, normalmente, o:

  • Últimos 3 recibos de vencimento
  • Comprovativo de morada
  • Comprovativo de NIB/IBAN

Como referimos, após uma rápida análise e aprovação, o UNIBANCO colocará o dinheiro à sua disposição no prazo de alguns dias úteis.

Não ter registos de incumprimento no Banco de Portugal

Quando pede um crédito a uma instituição financeira (ou mesmo um cartão de crédito), o seu nome fica registado na Central de Responsabilidades de Crédito (CRC), uma base de dados gerida pelo Banco de Portugal, na qual constam todas as pessoas singulares e coletivas que tenham um qualquer empréstimo superior a 50 euros.

Caso, por alguma razão, falhe o pagamento de uma prestação, o seu nome fica imediatamente comprometido no Banco de Portugal e o incumprimento registado no seu Mapa de Responsabilidades de Crédito.

Isto acaba, como se percebe, por ter consequências na aprovação do seu crédito pessoal, uma vez que o Banco de Portugal impõe legalmente que não tenha quaisquer registos de incumprimento.

Conta bancária com saldo positivo

Sempre que pede um crédito pessoal, as instituições financeiras analisam o histórico da sua conta bancária antes da aprovação do pedido.

Caso o seu saldo esteja muitas vezes em saldo negativo, essas mesmas instituições podem considerar que é um cliente de risco e negarem-lhe o crédito.

Por isso, procure manter a sua conta bancária com saldo positivo (e que revele consistência), pois este é um indicador da sua capacidade de cumprir os compromissos assumidos no contrato de crédito.

Comprovar que tem uma situação profissional estável

A par de uma conta com saldo positivo de forma consistente, na análise do pedido a instituição vai procurar saber se tem uma situação profissional estável que demonstre que o risco que a instituição assume ao emprestar-lhe dinheiro é muito baixo.

Calcule a sua taxa de esforço

Para além de servirem de comprovativo da sua situação profissional, uma das razões pelas quais as instituições financeiras lhe pedem comprovativos dos recibos de vencimento e do IRS deve-se à taxa de esforço.

Isto é, através destes documentos, as instituições poderão analisar o seu perfil de consumo e qual o peso que um crédito terá no seu orçamento mensal.

De forma resumida, a Taxa de Esforço calcula-se pela divisão dos seus encargos financeiros com créditos pelo seu rendimento líquido ou do seu agregado familiar a multiplicar por 100. Caso o valor da sua taxa de esforço for superior a 40%, há uma grande probabilidade de o seu crédito pessoal não ser aprovado.

Ter mais do que um titular na proposta de crédito

De forma a aumentar a probabilidade de ter o crédito aprovado, é importante indicar dois titulares na proposta de crédito. É natural que as instituições financeiras prefiram mais do que uma pessoa a assumir o compromisso de reembolsar o dinheiro emprestado.

Contrarie o peso da sua idade na decisão

A idade pode ser um fator determinante para a obtenção de crédito. Ser demasiado novo ou demasiado velho pode levar à recusa do seu crédito. Por um lado, sendo demasiado novo e nunca tendo solicitado um crédito, você ainda não deu provas de que é um bom pagador e de que consegue pagar o crédito que está a pedir. Se, por outro lado, tiver uma idade mais avançada, a agência pode considerá-lo como um cliente de maior risco, uma vez que pode não ter pela frente os anos de vida suficientes para cumprir com as obrigações do contrato de crédito até ao final.

Apesar das instituições de crédito já levarem em conta estes aspetos, procure antecipar esta questão e previna-se contra uma recusa do crédito. Se considerar que a sua idade pode ser um entrave, pense em indicar um fiador que inspire confiança à instituição financeira. Desta forma, é provável que a questão da sua idade não se chegue sequer a colocar.

As 5 melhores apps para a série iPhone 11

O iPhone 11 e o iPhone 11 Pro são sem dúvida líderes no campo do smartphone. Com processadores biónicos A13 avançados e as melhores câmaras , são perfeitos para jogos, meios de comunicação e qualquer outra coisa. Obter um iphone recondicionado é uma excelente forma de ter um telemóvel de topo a um preço acessivél e com garantia para poder utilizar estas apps com total eficiencia. Há uma gama de aplicações que podem levar o seu dispositivo premium para o próximo nível para que possa obter ainda mais dele. As aplicações  são destinadas a trabalhar em todos os iPhone, tanto novos como recondicionados.  Por isso, desencadeie e desfrute das capacidades avançadas do seu dispositivo com estas melhores aplicações iPhone 11, 11 Pro e 11 Pro Max.

  1. Snapchat
  2. TouchRetouch
  3. Câmara Halide
  4. Adobe Lightroom Photo Editor
  5. VSCO

1. Snapchat

Provavelmente já sabe desta aplicação de redes sociais, mas sabe do modo exclusivo de câmara 3D que lhe permite aplicar efeitos 3D e filtros nas suas fotos? Isto adiciona um elemento único às suas fotos, e os destinatários podem mover o seu telefone para mudar a perspetiva da foto.

Além disso, o Snapchat, claro, inclui uma tonelada de outras funcionalidades e filtros divertidos que fazem da comunicação com os seus amigos e seguidores uma experiência única. Esta aplicação inovadora tem sido a inspiração para funcionalidades populares em outras plataformas, como Stories no Instagram e Facebook.

2. TouchRetouch

O iPhone 11 ou 11 Pro pode capturar fotos incríveis, mas alguns elementos indesejados podem muitas vezes entrar na moldura e estragar uma imagem perfeita. O TouchRetouch oferece uma das formas mais fáceis de corrigir este problema e eliminar objetos intrusivos em qualquer fotografia.

Tudo o que tem de fazer é arrastar um dedo sobre as partes indesejadas e tocar num botão para vê-los desaparecer magicamente como se nunca estivessem lá. Ninguém será capaz de dizer que a imagem foi manipulada, e para isso, esta aplicação definitivamente merece um lugar de primeira no seu dispositivo.

3. Câmara Halide

Para fotógrafos mais avançados ou profissionais, esta aplicação de câmara é um “must-have”. Possui um interruptor de lente intuitivo, suporta a Deep Fusion e permite-lhe fotografar imagens RAW.

Além disso, possui muitas ferramentas de fotografia profissionais que lhe dão controlo total sobre as suas imagens, tal como uma câmara manual, mesmo no seu smartphone. A bela UI melhora ainda mais a experiência e está um passo além da câmara padrão no seu dispositivo.

4. Adobe Lightroom Photo Editor

Melhore as suas imagens como um profissional com esta aplicação de edição de fotos que possui uma gama de ferramentas e filtros. É incrivelmente intuitivo de usar e é uma excelente maneira de dar vida a todas as suas fotos e fazê-las realmente sobressaírem.

Algumas das coisas que pode fazer são ajustar a perspetiva para criar fotos super limpas e experimentar com versões de imagem para comparar diferentes edições sem perder a foto original.

5. VSCO

Aqui está uma excelente aplicação tudo-em-um para as suas necessidades de fotos e vídeos. Pode melhorar facilmente as suas capturas com dez predefinições gratuitas. Além disso, importe e edite as suas imagens RAW utilizando várias ferramentas e efeitos.

Se quiser ainda mais funcionalidade, torne-se um membro pago para aceder a uma extensa biblioteca com mais de 200 predefinições. A VSCO também se dobra como editor de vídeo com muitos efeitos e filtros que podem ajudá-lo a criar um visual ou estética único.

trabalho remoto Lisboa (1)

Lisboa: A melhor cidade para aqueles que trabalham remotamente

Na altura mais critica da pandemia alguns colaboradores foram obrigados a levar o trabalho para dentro de casa.

A compreensão de que não precisavam de estar restritos a um só local e que podiam trabalhar a partir de qualquer parte do mundo desde que tivessem acesso à internet fez com que a comunidade de nómadas digitais aumentasse consideravelmente.

Este modo de trabalho que permite trabalhar remotamente enquanto se descobre um novo país e se convive com uma nova cultura é agora uma tendência.

Os nómadas digitais são maioritariamente jovens ávidos por conhecer mais locais e mais gentes, que procuram um lugar confortável e interessante para trabalhar remotamente.

Portugal já tinha sido anteriormente considerado um dos países mais procurados pelos nómadas digitais, mas o enfase vai agora para a capital que foi destacada como o lugar no mundo que oferece melhores condições aos executivos.

Quem o diz é a consultora imobiliária Savillis, noticiado pelo Dinheiro Vivo, que analisou e classificou 15 destinos para colaboradores que trabalham à distância.

Em análise, Lisboa demonstrou ser ainda mais vantajosa do que outros destinos como Miami e Dubai. Em quarto lugar ficou outra região portuguesa, o Algarve.

Afinal, o que é que está a atrair os nómadas digitais?

Quando chega a altura de escolher um próximo destino, o clima solarengo e o baixo custo de vida tendem a atrair os trabalhadores remotos para Portugal.

Estes, que procuram trabalhar num ambiente que promova o conforto e o bem-estar descobrem em Portugal o lugar ideal para usufruir do tempo livre na agenda.

Para aumentar a procura contribui ainda o nível de segurança que se encontra em Portugal. A preferência também parece também estar relacionada com o facto de os portugueses terem facilidade em falar inglês, serem simpáticos e amigáveis.

Também neste contexto, a procura por um espaço de trabalho entusiasmante tem continuado a trazer alguns talentos até Lisboa, mesmo após o regresso à normalidade.

Tal como diz a diretora-executiva do Turismo de Lisboa, Paula Oliveira, “Lisboa tem, de facto, excelentes condições para viver, nomeadamente pela sua História e património, vanguardismo, excelentes infraestruturas e beleza natural com uma luminosidade inigualável” e está sem dúvida preparada para apostar neste novo modelo de trabalho.

Por exemplo nos espaços de co-work em Lisboa do cluster criativo LACS é possível reservar um escritório adequado às necessidades de cada um por tempo limitado a um custo simpático. O LACS conta com três espaços de co-work em Lisboa e Cascais e que pretende oferecer um ambiente de comunidade e possibilidade de networking.

O que é Lisboa tem de especial?

O que leva os nómadas digitais a querer passar longas temporadas na capital portuguesa é não só a cultura como também a gastronomia. No topo das cidades portuguesas, Lisboa lidera por ser uma cidade muito viva e rica para quem deseja fazer novos contactos.

A capital respira arte e cultura, oferecendo um espaço que promete aliar prazer e conforto aos períodos de trabalho. A sua localização permite que desfrutem da praia e da serra, trazendo a natureza até ao dia-a-dia dos colaboradores que procuram experiências que estimulem o bem-estar e a criatividade.

Na manutenção da produtividade dos nómadas digitais é essencial o acesso a internet de alta velocidade, um dos pontos que é garantido na capital portuguesa que segundo o relatório da Savillis só fica muito atrás em relação Miami.

Para os empresários da área da tecnologia, Lisboa ganha visibilidade graças ao estatuto que a cidade tem como centro tecnológico. Algumas empresas têm aproveitado os baixos custos imobiliários para mudaram as suas sedes para Portugal.

Em comunicado com António Costa, o chanceler alemão, Olaf Scholz  afirmou que “Lisboa tornou-se num dos epicentros europeus para ‘start-ups’ e para os nómadas digitais em todo o mundo”.

A comunidade em crescimento de nómadas digitais em Lisboa constitui outro fator aliciante. Um dos grupos de Facebook, o Lisbon Digital Nomads and Expats, tem por volta de 29.000 membros.

A existência deste género de grupos é essencial já que possibilita que colaboradores de diferentes partes do mundo se juntem para partilhar experiências e socializar, contribuindo para a sensação de conforto e fraternidade.

Mobilidade e Ambiente

A favor de Lisboa está a acessibilidade ao coração da cidade. A abundância de meios de transporte públicos e a proximidade entre o centro da cidade e o aeroporto Humberto Delgado garantem uma forte conetividade global.

A facilidade de acesso aéreo e ferroviário são uma mais-valia para este tipo de trabalhadores que, por vezes, precisam de se deslocar para poderem reunir com a equipa ou até com a direção das empresas.

Em relação ao meio ambiente, Lisboa apresenta baixo nível de poluição e boa qualidade de vida. Fatores que são muito valorizados atualmente.

A importância do SEO para o seu negócio

Se alguma vez teve uma conversa sobre técnicas de marketing digital, provavelmente já ouviu o termo SEO por aí. Talvez saiba que SEO é importante e tem algo a ver com motores de pesquisa. Mas o que é exatamente SEO? Neste artigo, vamos explicar o que é um consultor de SEO ,SEO e até mesmo uma agencia de SEO e porque é bom para o seu negócio, e porque precisa de apoio com o seu SEO.

O que SEO pode fazer pelo seu negócio

Construa confiança com os seus clientes

SEO e experiência do utilizador (UX) trabalham lado a lado. Construir confiança organicamente é como SEO ajuda o seu negócio. A experiência do utilizador é a forma como o seu público interage com o seu website. Quando os seus clientes têm uma experiência positiva com o seu negócio, obtém mais cliques na web, aumentando o tráfego e, em última análise, aumentando o seu SEO. Como isto acontece organicamente ao longo do tempo, a sua classificação numa página de resultados do motor de pesquisa (SERP) aproximar-se-á cada vez mais dos 10 primeiros lugares.

A experiência do utilizador inclui a forma como os seus clientes podem navegar através do seu site. A base do seu site deve ser sólida e robusta. UX é uma mistura de como o web design, o tom e a marca se unem para tornar a experiência do utilizador a melhor que pode ser.

Bom SEO e UX significam que o seu negócio construirá confiança organicamente. As pesquisas orgânicas são os resultados da pesquisa que aparecem no SERP estritamente através de uma pesquisa do utilizador. Isto significa que não pagou para estar no topo da SERP. Construir confiança organicamente constrói SEO, e com o tempo continuará a crescer e a otimizar o seu marketing digital e o seu negócio como um todo.

Se entregar o que os clientes procuram, torna-se uma fonte de confiança da qual podem depender. Os utilizadores sabem o que querem. Portanto, se não cumprir os padrões de utilizador, o seu SEO irá sofrer. Se a sua plataforma fornece o que os seus utilizadores procuram – seja sob a forma de informação, respostas a perguntas, produtos, ou serviços – então começa a estabelecer confiança com os seus clientes. Quanto mais confiança ganhar, melhor será o SEO e UX do seu marketing digital.

Visibilidade Atrai Clientela

Atrair visibilidade de uma forma orgânica significa que o seu sítio web está a aparecer devido ao que os seus clientes pesquisaram. Os clientes podem procurá-lo com base nas suas necessidades, que é onde as palavras-chave entram realmente em jogo. Quando os clientes o veem como alguém que pode satisfazer as suas necessidades, estimula o seu envolvimento. No entanto, o envolvimento não pode começar, até que eles estejam cientes de si. A importância de SEO é que permite que potenciais leads o vejam, o que significa que o processo de envolvimento pode começar.

SEO é um caminho para a visibilidade, que, dependendo do seu objetivo, pode ter impacto no ciclo de compra. Saber o que as pessoas procuram, conduzindo uma pesquisa SEO exaustiva, é fundamental. É aqui que SEO local se torna crucial para conhecer o seu público e as suas necessidades e desejos. Então, o que é SEO no negócio quando se trata de SEO Local?

O SEO local utiliza a localização geográfica do seu negócio nos resultados da pesquisa. A sua localização pode contribuir para a sua visibilidade online. Quando um potencial cliente procura uma pergunta seguida de “perto de mim” ou dentro da sua proximidade geográfica, quer ser o negócio que surge primeiro. Aumentar o SEO local aumentará a sua visibilidade online, levando ao crescimento da sua base de clientes.

3 segredos de fatima

Quais são os 3 segredos de Fátima? Tudo o que precisa de saber

A Virgem Maria revelou três “segredos” em 1917 aos visionários, que cativaram o mundo e até alertaram para o futuro.

Em 1917, três crianças pastoras relataram uma série de revelações privadas da Virgem Maria, nas quais ela lhes revelou segredos que eram confusos na altura, mas que mais tarde foram confirmados por acontecimentos mundiais.

Uma das visionárias, Lúcia, escreveu mais tarde o que viu e ouviu, e o texto pode ser encontrado no website do Vaticano.

PRIMEIRO SEGREDO DE FÁTIMA – VISÃO DO INFERNO

A primeira parte é a visão do inferno. Nossa Senhora mostrou-nos um grande mar de fogo que parecia estar debaixo da terra. Mergulhados neste fogo estavam demónios e almas em forma humana, como brasas transparentes queimadas, todas negras ou bronzeadas, flutuando no conflito, agora levantadas para o ar pelas chamas que saíam de dentro de si mesmas juntamente com grandes nuvens de fumo, agora caindo de todos os lados como faíscas num enorme incêndio, sem peso nem equilíbrio, e entre gritos e gemidos de dor e desespero, que nos horrorizavam e nos faziam tremer de medo. Os demónios podiam distinguir-se pela sua assustadora e repulsiva semelhança com animais assustadores e desconhecidos, todos negros e transparentes. Esta visão durou apenas um instante.

Nossa Senhora falou-lhes então e explicou-lhes que a devoção ao Imaculado Coração de Maria era um meio para salvar as almas de irem para o Inferno.

“Viste o inferno para onde vão as almas dos pobres pecadores. Para os salvar, Deus deseja estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se o que vos digo for feito, muitas almas serão salvas e haverá paz”.

SEGUNDO SEGREDO DE FÁTIMA – GUERRA MUNDIAL I & II

A guerra vai acabar: mas se as pessoas não deixarem de ofender a Deus, uma guerra pior irá rebentar durante o Pontificado de Pio XI. Quando virdes uma noite iluminada por uma luz desconhecida, sabei que este é o grande sinal que Deus vos deu de que ele está prestes a punir o mundo pelos seus crimes, através da guerra, da fome e das perseguições à Igreja e ao Santo Pai. Para evitar isto, virei pedir a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração, e a Comunhão de reparação nos Primeiros Sábados.

Nossa Senhora de Fátima falou então dos “erros” da “Rússia”, que muitos acreditam ser uma referência ao “comunismo”. O caminho para a paz é uma Marianconsecração especial.

Se os meus pedidos forem atendidos, a Rússia será convertida, e haverá paz; se não, espalhará os seus erros pelo mundo, causando guerras e perseguições à Igreja. O bem será martirizado; o Santo Pai terá muito a sofrer; várias nações serão aniquiladas. No final, o meu Imaculado Coração triunfará. O Santo Padre consagrar-me-á a Rússia, e ela será convertida, e será concedido ao mundo um período de paz.

 

TERCEIRO SEGREDO DE FÁTIMA – PENITÊNCIA E TENTATIVA DE ASSASSINATO PAPAL

O terceiro segredo contém muitas imagens apocalípticas, incluindo uma visão de um papa que é fuzilado. O Papa João Paulo II acreditava que esta visão tinha muito a ver com a sua própria experiência, embora a Virgem Maria nunca mencione pormenores específicos.

Segundo a interpretação dos “pastorinhos”, que também foi confirmada recentemente pela Irmã Lúcia, “o Bispo vestido de branco” que reza por todos os fiéis é o Papa. Ao percorrer com grande dificuldade o seu caminho em direção à Cruz no meio dos cadáveres dos mártires (Bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas e muitos leigos), também ele cai no chão, aparentemente morto, sob um granizo de tiros. Após a tentativa de assassinato de 13 de Maio de 1981, parecia evidente que era “uma mão materna que guiava o caminho da bala”, permitindo que “o Papa em sua garganta” parasse “no limiar da morte”.

Outra grande parte desta terceira visão é a penitência, chamando o mundo a voltar para Deus.

Depois das duas partes que já expliquei, à esquerda de Nossa Senhora e um pouco acima, vimos um Anjo com uma espada flamejante na mão esquerda; piscando, emitiu chamas que pareciam incendiar o mundo; mas morreram em contacto com o esplendor que Nossa Senhora irradiava da mão direita para ele: apontando para a terra com a mão direita, o Anjo gritou em voz alta: ‘Penitência, Penitência, Penitência!

Como nota, embora estas visões sejam certamente assustadoras e tenham cativado o mundo, estas ainda se enquadram na categoria de “revelação privada”, e não fazem parte da “revelação pública” da Igreja que se encontra na Bíblia e que é interpretada na Tradição sagrada. Os católicos não são obrigados a dar o consentimento religioso a (acreditar) qualquer coisa que seja uma revelação privada, pois são obrigados a dar o consentimento religioso aos ensinamentos da Igreja.

Investigação portuguesa traz nova vida a doentes com implantes cardíacos electrónicos

O estudante de doutoramento em Sustentável de Sistemas de Energia no âmbito do Programa MIT Portugal desenvolveu o sistema transcutâneo não invasivo para recarregar baterias de dispositivos médicos implantáveis.
Trata-se de um sistema composto por uma unidade geradora de energia, uma unidade transmissora e uma unidade receptora (implantável). A ideia é transferir energia eléctrica para o interior do corpo humano para alimentar próteses ou dispositivos eléctricos e electrónicos a vários níveis de tensão e de potência.

António Abreu pormenoriza que “do ponto de vista de tensões elevadas obtidas, é possível obter uma tensão de cerca de 750 V destinada a desfibrilhar o coração e permitir a reanimação de uma pessoa na sequência de uma paragem cardíaca. Para tensões mais reduzidas é possível accionar mecanismos electromecânicos e, adicionalmente, recarregar baterias e permitir o diagnóstico e reprogramação dos implantes sem descarregar a bateria existente para esse mesmo efeito”.

Até ao momento não existia nada semelhante pelo que o trabalho do investigador português, actualmente a desenvolver investigação no Laboratório Nacional de Energia e Geologia, é inovador. António Abreu gosta de associar a palavra “inovação” ao facto do “sistema consistir em conseguir efectuar o procedimento ultrapassando obstáculos como interferências electromagnéticas e separação entre o exterior e o interior, associada à espessura do tecido dérmico”.

O sistema traz melhorias para o doente tais como redução do número de intervenções clínicas, dos riscos inerentes às operações, dos custos associados à doença, tanto para o Estado como para o paciente. Um doente com implantes cardíacos electrónicos é submetido a cirurgias para mudar as baterias de cinco a sete anos. Com este sistema deixa de ser necessário o procedimento cirúrgico porque as baterias passam a ser recarregáveis através da energia que atravessa o corpo por via transcutânea.

António Abreu acrescenta que “o processo desenvolvido também permite definir um consumo de energia personalizado, isto é, o fluxo de energia pode ser regulado e adaptado de acordo com as necessidades do dispositivo electrónico e da patologia do paciente. Ela garante simultaneamente o fornecimento de energia e a um canal de comunicação com o operador no exterior para efeitos de diagnóstico e reprogramação do implante. Nestas circunstâncias, não haverá demanda de energia a partir da bateria interna”.

Este sistema permite ainda a recarga da bateria logo após um episódio de sinistro, “sossegando” o doente, promove o conforto e a qualidade de vida e é aplicável noutro tipo de patologias, como é o caso de corações electromecânicos, bombas insulínicas, próteses mecânicas e próteses oculares.

Já estão a ser efetuados testes mas de acordo com as estatísticas o período ronda os 5 anos. A responsabilidade pelos ensaios clínicos é do fabricante mas a da conceção, do ponto de vista eletrotécnico é minha, no valor seguro de 1.000.000,00 euros.

Portugueses criam método para aumentar volume da cortiça

Uma equipa de investigadores portugueses criou um novo método que permite aumentar o volume de cortiça, tornando assim a sua utilização mais sustentável para fins comerciais. O processo, limpo e eficiente, consiste em introduzir água na cortiça e recorrer a micro-ondas que façam aumentar o volume de granulados de cortiça.“O processo baseia-se na aplicação de micro-ondas para fazer a expansão das células de cortiça. É um processo ambientalmente vantajoso, sem utilização de produtos químicos ou de geração de efluentes poluentes. Como se pode dizer que se «faz mais» com a mesma produção, também há um efeito benéfico em termos de floresta e da pressão a que ela eventualmente poderá estar submetida para a extração da cortiça”, explica Helena Pereira, investigadora e vice-reitora da Universidade Técnica de Lisboa.

Com este novo método, já patenteado, consegue-se maior quantidade de matéria-prima em volume para o processamento industrial da cortiça. A patente pertence à indústria corticeira nacional Amorim.

A invenção deste processo resulta de um trabalho de décadas. A equipa de investigadores constituída por Helena Pereira, Rui Luís Gonçalves dos Reis, CEO do Instituto Europeu de Excelência em Engenharia de Tecidos e Medicina Regenerativa, Susana Pinto Araújo da Silva Estima, chefe do departamento de I&D da Corticeira Amorim e António Jorge Velez Marques, professor do Instituto Politécnico de Lisboa, trabalha nesta área desde 1990 com o objectivo de maximizar a cortiça bombeando o volume das células.

Concluíram agora que a cortiça humedecida com água e exposta a radiação de micro-ondas, pode expandir-se de 40% até 85% do seu tamanho original. “O processo apenas expande as células de cortiça, sem alterar a estrutura e sem qualquer degradação química. Deste modo as propriedades da cortiça que levam ao seu interessante comportamento mecânico, à baixa permeabilidade e capacidade isolante, térmica e sonora, mantêm-se. O que quer dizer que as aplicações tradicionais da cortiça que utilizam aquelas características, como rolhas, camadas de isolamento, revestimentos, continuam a ser feitas. O processo apenas diminui a densidade do material, o que é vantajoso”, pormenoriza Helena Pereira.

A cortiça humedecida com água é colocada no interior de uma máquina de micro-ondas e é então exposta a radiação, até cinco minutos, fazendo com que o material expanda o seu volume. Este método torna possível expandir a cortiça num curto espaço de tempo utilizando um mínimo de energia, uma melhoria importante que terá repercussões importantes na indústria dadas as enormes quantidades de cortiça usadas comercialmente todos os anos.

A ideia é candidata ao Prémio Inventor Europeu, atribuído pelo Instituto Europeu de Patentes (IEP). É a primeira nomeação de sempre de inventores portugueses para este galardão.

Em relação à nomeação, Helena Pereira comenta ser “sempre uma alegria quando o nosso trabalho é reconhecido. E neste caso muito especialmente, pois a investigação sobre a cortiça e o sobreiro tem ocupado grande parte da minha actividade científica há mais de 30 anos”.

A entrevistada considera ainda ser importante o facto de “ser a cortiça a estar nomeada para este prémio” sublinhando que “Portugal tem aqui o seu nicho mundial de competência, tanto a nível de produção, não esqueçamos que o sobreiro é a Árvore Nacional, como da indústria e do conhecimento científico”.

Organizações apelam ao fim da sobrepesca

No momento em que as negociações da Política Comum de Pescas (PCP) da União Europeia (UE) entram na recta final, mais de 200 organizações, incluindo nove portuguesas, fazem um último apelo aos Ministros das Pescas da UE para apoiarem o fim da sobrepesca e permitirem uma rápida recuperação dos stocks de peixe.

Segundo Gonçalo Carvalho da PONG-Pesca, uma das organizações signatárias da petição, “esta é uma obrigação legal da UE e é a solução que faz mais sentido em termos económicos, sociais e ambientais. Estamos a apelar aos Ministros das Pescas para seguirem os exemplos da Austrália, Nova Zelândia, Noruega, Rússia e EUA, concordando com uma política que permitirá a recuperação de stocks para níveis sustentáveis, sem mais atrasos”.
No dia 6 de Fevereiro, o Parlamento Europeu votou, de forma esmagadora, a favor do fim da sobrepesca até 2015 e da recuperação de stocks de peixe até 2020. No entanto, os 27 ministros das Pescas rejeitaram, até agora, estas metas, concordando apenas em acabar com a sobrepesca em 2020, não definindo uma meta para recuperar os stocks de peixes.

Na carta enviada pelas organizações a Assunção Cristas, Ministra da Agricultura, do Mar, do Ambiente e do Ordenamento do Território, pode ler-se que “o Parlamento Europeu aprovou a meta de acabar com a sobrepesca até 2015, com 502 votos a favor e 137 contra, por forma a garantir uma recuperação dos stocks europeus de peixes e sua manutenção a níveis que permitam o rendimento máximo sustentável até 2020. Sem esse objectivo ambicioso, porém alcançável, de recuperação dos stocks de peixes, a PCP não tem sentido”.

As organizações considerem, escrevem ainda, “profundamente deplorável que o Conselho tenha rejeitado tal objectivo na sua Abordagem Geral. No entanto, as negociações iminentes entre o Conselho e o Parlamento são uma excelente oportunidade para que possa demonstrar a sua capacidade de liderança e fazer tudo ao seu alcance para garantir que, desta vez, o Conselho aprove a proposta do Parlamento”.

No documento é ainda referido que, como negociado através da reforma da PCP, o Conselho das Pescas da UE e o Parlamento Europeu têm agora uma oportunidade para acabar com 30 anos de má gestão no sector: 47 por cento dos stocks monitorizados do Atlântico e 80 por cento dos do Mediterrâneo estão em situação de sobrepesca, bem como cinco em cada sete stocks de peixe do Báltico.

Advertem ainda que se os Estados-membros da UE tiverem apenas em conta o peixe capturado em águas europeias, este ano, iriam ficar sem peixe no dia 6 de Junho. Nos últimos quatro anos, isto acontecia no início de Julho.

Estima igualmente que, ao permitirem a sobrepesca dos stocks da UE, os governos estejam tacitamente a consentir que se desperdicem anualmente mais de 3 mil milhões de euros de possíveis receitas de desembarques, que dariam para criar mais de 100 mil postos de trabalho.

As organizações apelam aos ministros das pescas da UE para garantirem que a PCP se torne uma ferramenta para a boa gestão do sector, “de forma a garantir uma fonte estável de peixe para os mercados europeus, assegurando um futuro sustentável e rentável para as comunidades piscatórias”, conclui Gonçalo Carvalho.

Além da Pong-Pesca são signatários portugueses a Associação Portuguesa para o Estudo e Conservação dos Elasmobrânquios (APECE), o Grupo de Estudos do Ordenamento do Território e Ambiente (GEOTA), a Liga para a Protecção da Natureza (LPN), o Observatório do Mar dos Açores (OMA), a Quercus – Associação Nacional de Conservação da Natureza, a Sciaena – Associação de Ciências Marinhas e Cooperação, a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA) e a World Wildlife Fund Portugal